sábado, 7 de julho de 2012

O ÍNDIO XAVANTE DESAPARECIDO





Notícias
Gazeta de Cuiabá-Cuiabá-MT 15/04/2003


Xavante sumido: Índios ameaçam ocupar 4ª área
Índios xavante que ocupam três fazendas na região
 de Primavera do Leste, a 198 quilômetros de
Cuiabá, há uma semana, ameaçam invadir uma quarta propriedade,
caso os fazendeiros da região
 não lhes apresente o corpo do xavante Joaquim Maradezurro, 72 anos,
desaparecido desde o último dia 2.

Os índios acreditam que o companheiro tenha sido assassinado pelos
 Proprietários das fazendas Rica II, Suspiro e Sonho Dourado,
locais onde ele costumava entrar para caçar e pescar.
Na tarde de quinta-feira, eles encontraram as roupas de
Maradezurro na margem do rio que corta a fazenda Rica II,
com visíveis manchas de sangue.

Apesar do clima de tensão ter aumentado, os policiais federais e agentes da
Companhia Independente de Operações Especiais (CIOE)
 da Polícia Militar (PM) já se afastaram da área.
A busca pelo índio desaparecido, agora, está nas mãos
 de funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai)
deslocados para a região.

Polícias militares de Primavera, Cuiabá e Rondonópolis garantem
 a segurança dos proprietários da terra, que conseguiram restabelecer,
no final de semana, a colheita da soja,
suspensa desde o início do conflito.

No sábado, o secretário de Segurança Pública e Justiça, Célio Wilson,
visitou a fazenda Rica II para tentar por fim ao conflito.
Segundo sua assessoria de imprensa, as negociações entre
Funai e os 150 xavante que ocupam a propriedade avançaram e
eles aceitaram devolver alguns dos equipamentos apreendidos no local.

Um comentário: